A verdade que você quer saber sobre segurança em Seattle

Seattle é uma cidade segura?

Sim, Seattle é no geral uma cidade segura! Mas, falando de segurança em Seattle é certo que você vai ver e ouvir de tudo, tanto na mídia quanto das pessoas nas ruas. Para mim é uma questão de referencial e de como você se sente na cidade! E eu me sinto segura por aqui. -É fato!

O que não quer dizer que seja perfeito. Nem sei se isso existe… Mas pensa assim: por mais perfeito que pareça é sempre bom olhar para os dois lados da rua antes de atravessar!

Esse foi o meu objetivo quando resolvi escrever esse post. Considero segurança um dos assuntos mais importantes ao pensar em qualidade de vida. E é meu principal objetivo ao querer sair do Brasil e mudar para Seattle.

Segurança em Seattle
Segurança em Seattle

Eu costumo dizer que Seattle está longe de ser uma cidade violenta, nem se compara com o que temos no Brasil, mas, como toda cidade grande, também tem seus problemas de segurança pública!

Mas antes de falar como me sinto em Seattle, vou mostrar um pouco dos números.

Crime violento X crime contra a propriedade

Não podemos colocar num mesmo saco dois tipos de crime tão diferentes. A maioria das estatísticas sobre crimes em todo o mundo são apresentadas com essa distinção:

  • crimes violentos: aqueles cometidos diretamente contra a pessoa, que fere sua integridade física, como homicídios, estupros, violência doméstica e assaltos a mão armada.
  • crimes contra a propriedade: como o próprio nome indica, são os cometidos contra a propriedade de terceiros, como incêndios, roubos e furtos.

Violência em Seattle

Seattle não é uma cidade violenta. Basta ver as estatísticas sobre crimes violentos contra pessoas dos últimos anos na cidade.

Segundo o Departamento de Polícia de Seattle, uma média anual de 23 registros de homicídios nos últimos 8 anos. Número inacreditável se comparado ao que temos no Brasil!!!

Só para te dar uma ideia, segundo mapa da violência 2016 o Brasil atingiu a marca recorde de 59.627 mil homicídios em 2014, mais de 160 homicídios por dia. 1 homicídio a cada 9 minutos no Brasil! Inacreditável, certo?

Mais inacreditável ainda se eu te falar que mais de 10% dos homicídios do mundo acontecem em solo nacional brasileiro!

Para facilitar a comparação, enquanto no Brasil temos uma média de 29,1 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes, em Seattle essa média fica em 3,5 homicídios/100mil habitantes.

Mapa de homicídios no Brasil (Fonte: Estudo do IPEA e FBSP publicado em outubro/2016)
Mapa de homicídios no Brasil (Fonte: Estudo do IPEA e FBSP publicado em outubro/2016)

-Não dá para dizer que Seattle seja violenta, certo?

Segurança em Seattle

Como qualquer cidade grande, Seattle tem seus problemas de segurança pública. Principalmente no que se refere ao número de roubos e furtos.

O maior registro é de pequenos furtos, numa média de 24.423 por ano, nos últimos 8 anos.

-Como em qualquer cidade grande, é sempre bom saber por onde andar e a que horas andar!

Total de registros de crimes em Seattle nos últimos 8 anos (Fonte: Departamento de Polícia de Seattle)
Total de registros de crimes em Seattle nos últimos 8 anos (Fonte: Departamento de Polícia de Seattle)
Estatística de crimes em Seattle nos últimos 8 anos (Fonte: Departamento de Polícia de Seattle – Seattle.gov)
Estatística de crimes em Seattle nos últimos 8 anos (Fonte: Departamento de Polícia de Seattle)

Os “Homeless”

Se alguém me perguntasse hoje: “qual é o problema da segurança em Seatte?” Eu diria: é o volume de pedintes e moradores de rua (homeless) que vem crescendo nos últimos anos.

Depois que o uso da maconha recreativa foi liberado no estado, esse problema urbano se agravou bastante em Seattle. A liberação da maconha acaba atraindo muita gente de fora, abarrotando as ruas da cidade. Sem falar que uma coisa puxa a outra… Começa com a maconha e termina com drogas mais pesadas.

Muito embora o uso da maconha, por lei, não seja permitido em local público! O que nos leva para um outro ponto… Uma das qualidades que sempre gosto de falar que Seattle tem é a de ser uma cidade despida de preconceitos. O que, por ironia do destino, vem a ser também um defeito aqui!

Exatamente pelo sentido de igualdade, sinto uma certa tolerância com esse tanto de mendigo na rua. Não que seja crime ser mendigo (claro que não!!!), mas incomoda, né? E acaba levando a outros problemas… Eles até que não chegam a ser perigosos, mas incomodam bastante!

É a única coisa que me chama a atenção hoje na segurança em Seattle. E mesmo assim, não é uma coisa que está por toda cidade, fica concentrado em alguns lugares.

Mapa da segurança em Seattle

A maior parte da cidade é bem segura. Pode ter certeza que você vai andar tranquilamente pelas ruas, especialmente se estiver visitando a cidade. -Eu, inclusive, adoro fazer isso!

A maioria das áreas com atrações turísticas de Seattle são seguras para passear. E como a maioria das grandes cidades, os bairros residenciais, fora do núcleo central, são os lugares mais tranquilos. Além de lindos e agradáveis!

-Seattle é uma cidade arborizada e muito linda. Uma delícia para passear!

Dicas para segurança em Seattle

Sempre que vou visitar uma nova cidade procuro me informar dos lugares a se evitar. Seguro morreu de velho, certo?

Pensando nisso, preparei algumas dicas para você ficar seguro em Seattle. É só segui-las que terá uma estadia tranquila e maravilhosa na cidade esmeralda!

  • É bom evitar a noite e andar mais alerta em algumas regiões do bairro histórico do Pioneer Square, principalmente na área em torno do tribunal King County (King County Courthouse), na 3rd Avenue com a James Street, e na região do Occidental Park (Occidental Square).
  • Ficar mais alerta também no centro da cidade (downtown) na região entre as Pike e Pine Streets, principalmente entre a 2nd e 5th Avenues, e no Victor Steinbrueck Park.
  • Belltown também pode ser um lugar mais nervoso, especialmente após o anoitecer.
  • E claro; é bom seguir as orientações básicas de segurança que você deve ter em qualquer cidade grande.

Fora isso, é relaxar e aproveitar a visita!

Como é o departamento de polícia de Seattle?

Áreas de atuação dos distritos policiais (fonte: Seattle.gov)
Áreas de atuação dos distritos policiais (fonte: Seattle.gov)

O departamento de polícia de Seattle é tido como organizado e eficiente.

É a maior agência de aplicação da lei municipal no estado de Washington. Além de sua sede, tem uma unidade de achados e perdidos e 5 distritos assim divididos para atender regiões distintas da cidade.

O departamento tem como principais deveres e atribuições (fonte: Seattle Police Department – Seattle.gov):

  • Patrulhas a pé, de carro ou bicicleta que atendem os 5 distritos da cidade.
  • Patrulha das vias navegáveis.
  • Investigação de todos os crimes, incluindo investigações de incêndios criminosos.
  • Atender todas as chamadas para a polícia, bombeiros e emergências médicas da cidade.
  • Manter a ordem no trânsito.
  • Segurança Interna e uma unidade especializada em bombas.
  • Unidades especiais, como SWAT, Gang e canina.

Nunca precisei aciona-lo, mas uma coisa que dá para perceber é que ele tem um canal de comunicação on line muito forte com a população, com serviços de atendimento, denúncia, acompanhamento das investigações, relatórios com mapeamento do crime e dicas de prevenção da criminalidade nos bairros.

Além disso, tem o atendimento por telefone. Para os casos de emergência ligue para 911 e para reportar um crime que não precisa de emergência ligue para (206) 625-5011.

Como me sinto em Seattle

Uma opinião às vezes vale mais do que as estatísticas, certo?

Não tenho, nem nunca tive problemas de segurança em Seattle. Não moro na cidade ainda, mas como visitante, que sempre fui, me sinto bem segura na maior parte da cidade. Sempre andei pelas ruas com muita tranquilidade.

Seattle é uma cidade fascinante e encanta qualquer pessoa (minha opinião!). Nem de longe tem os padrões de violência e segurança que estamos acostumados no Brasil. Longe disso!

Não é à toa que planejamos nossa mudança para cidade. O fator segurança em Seattle foi decisivo para dar esse passo na vida!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*